Menu

Deep Freeze Congelados

Interactivo

Dó-Ré-Mi










Lançamento do cd Priscila Marchon
13Ago2017 18:16:13
Publicado por: Diana Balis

unnamed_1.pngPriscila Marchon

por: João Carlos Leal

Silêncio e solidão. É a partir desses dois ingredientes que Priscila Marchon elabora sua música. São sete composições prontas, além de vários rabiscos para organizar. Cinco delas estão no seu primeiro CD, Clareia, nome da música de trabalho que gravou ao lado do rapper Mahal Reis (filho do cantor e compositor Luiz Melodia). Fruto do casamento de um contador com uma costureira, Priscila bem que tentou seguir o caminho da mãe, das tias e de tantas outras mulheres de Nova Friburgo, e se dedicar ao ramo de confecção de lingeries. Mas seu coração não pulsava no ritmo das máquinas. Falou mais alto seu amor pela música, que os próprios pais semearam quando, ainda criança, pagaram as primeiras aulas particulares. Há três anos, Priscila  de sua arte. Canta em bares, hotéis, festas, casamentos. Apaixonada por MPB, tem uma queda especial pelo romantismo, seja no forró ou no samba. Com seu primeiro CD planeja alçar voos mais altos e levar sua voz, suas composições e as releituras que faz de grandes ícones da MPB, para todo o país, e além.

 

 

 

 

 

 

Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (128)

LANÇAMENTO DOCUMENTÁRIO PANTANAIS DO PANTANAL
21Jun2017 15:34:32
Publicado por: Diana Balis

MARCELO__CARLA__MORGANA_E_LUIZ_IRALA_NO_RIO_PARAGUAI_EM_PORTO_MURTINHO__FOTO_PAPITO_.jpgLANÇAMENTO DOCUMENTÁRIO PANTANAIS DO PANTANAL

Pantanais do Pantanal é o 6º longa-metragem com assinatura do casal de sócios da Código Solar Produções, Marcelo de Paula (direção, fotografia e roteiro) e Carla Mendes (edição e produção).

O documentário será lançado no consagrado Instituto Moreira Salles (Rua Marques de São Vicente, 476, Gávea – RJ), no dia 30 de junho, às 10:30 hs, em evento fechado para convidados, patrocinadores e profissionais da mídia.

Com apenas 8 anos de idade, fazendo pequenas intervenções como câmera adicional, a participação de Morgana Mendes Paula Carneiro, filha do casal Marcelo e Carla, na equipe de produção de imagens é outro destaque do filme. Numa expedição de dois meses por 11 sub-regiões do Pantanal, entre os Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, ela fez história por onde passou: primeira criança a pisar na Estação Ecológica de Taiamã; ficou frente a frente com várias onças, jacarés, queixadas e demais animais da fauna do Pantanal. Andou pela primeira vez de bimotor, voadeira, veículos de safári e experimentou várias iguarias da culinária pantaneira, tais como caldo de piranha, sopa paraguaia, arroz carreteiro, saltenha, carne de jacaré, inúmeros peixes da região e saboreou a erva do Tereré!

FILMANDO_RIO_CORRENTES__FOTO_CARLA_MENDES__.jpgMais de 10 mil km rodados para contar essa inédita história das 11 sub-divisões do Pantanal. 13 municípios selecionados como sets: Porto Murtinho, Aquidauana, Rio Verde, Sonora, Coxim, Miranda, Bodoquena e Corumbá (MS) e Cáceres, Poconé, Barão de Melgaço e Santo Antônio do Leverger (MT). A expedição ainda rodou nas empoeiradas Transpantaneira (MT); Estrada Parque Pantanal; Estrada Parque de Piraputanga e a MS 228, mais conhecida como Estrada do Corixão. Sem contar as inúmeras vias de acesso às fazendas que apoiaram o Projeto: Pouso Alegre Lodge; Jaguar Ecological Reserve; Haras Bafo da Onça da Araras Pantanal Eco Lodge (MT) e Fazenda Igrejinha; 23 de Março; Fazenda Pouso Alto – Pousada Mangabal; Passo do Lontra Parque Hotel; Fazenda São João; Fazenda Vitrine; Fazenda São José – Pousada Aguapé e Fazenda Baía Grande de Rio Verde (MS).

A Produção percorreu de voadeiras, chalana, balsa de carro e Barco Hotel Jaguar do Pantanal inúmeros rios que compõem a região do Pantanal: Paraguai, Miranda, Taquari, Negro, Aquidauana, Abobral, Jauru, Feioso, Piquiri, Correntes, 3 Irmãos, Rio Verde, Salobra, Rio Vermelho, Cuiabá e outros. Imagens aéreas produzidas por voo de avião bimotor e drones e imagens subaquáticas compõem as belas cenas do filme. Foram registrados mais de 25 depoimentos para o filme com temas que abrangem o roteiro: Cavalos Pantaneiros, Pesca, Gado Caracu e Nelore, Guerra do Paraguai, ecoturismo, Estação Ecológica de Taiamã, chapéu Karandá, construção da Transpantaneira e da Estrada Parque Pantanal, ocupação humana no Pantanal, Pesquisas Científicas etc. Com lentes de longo alcance e totalmente em HD, foram filmados mais de 50 espécies da fauna pantaneira, com destaque para nove onças em diferentes locais e atividades, um bando de queixadas atravessando o Rio Paraguai, jaguatirica, casal de araras-azul e de capivaras acasalando, urutau, Tuiuiú pousando no ninho, porco monteiro com filhotes, ema chocando mais de 30 ovos, todas as espécies de cervo da região e inúmeras aves! Totalmente original, a Trilha Sonora é outro destaque do filme. Composições temáticas nas mãos do talentíssimo carioca Zé Neto, produtor musical, Presidente da Musimagem Brasil, compositor e violonista que já tocou com Suely Costa, Fátima Guedes, Sebastião Tapajós, Robertinho Silva e outros. E uma maravilhosa cena gravada numa Chalana descendo o Rio Taquari, com as violas pantaneiras dos músicos de Coxim, Adão Reis e Kurikaka. Entre pilotos de voadeiras, guias e técnicos de cinema, a equipe contou com mais de 10 integrantes ao longo da expedição. Sem contar com profissionais de peso que estão envolvidos na pós-produção para correção de cor e mapas gráficos. O link do documentário Pantanais do Pantanal no Facebook tem o trailer do filme, com mais de 71 mil visualizações. Um média alta para um filme independente:

https://www.facebook.com/pantanaisdopantanal

Marcelo de Paula - (22) 98839-5183 // (22) 2630-5878 Carla Mendes (22) 98839-5183 // (22) 2630-5878 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (152)

Viver no Rio de Janeiro
19Mai2017 23:06:48
Publicado por: Diana Balis

 17635448_1412778435409825_7228824922165236656_o_1.jpgA vida mudou e a Cidade Maravilhosa está falida, sim, todos sabem.

Onde está a Petro? Onde aconteceram as Olimpíadas? Onde essas empresas citadas na lava jato também estiveram realizando obras? Rio de Janeiro, claro!

Bem-vindos a novidade? Ou a minha nova idade?

(foto com o Advogado e Poeta Marcus Vinicius Bernardo)

Nem tão afoita as escritas, o meu mundo deu tantas voltas, eu que sempre denunciei os políticos corruptos, que devem ir as prisões, e caso nem forem essas suficientes, façam mais cadeias,

Mas consertem também a Justiça, que anda meio cambaleante para alguns lados...


Falar de poesia numa hora dessas? Onde até as bolsas oscilam, as suas, a minha, e a vida que ainda bem, trouxe o couro ecológico, novas opções!

Estou tentando dizer que a Diana Balis anda fazendo Poesias Revistas.  

E foi realmente uma noite especial de lançamento em Ipanema, com escritores de 3 países e 12 Estados do Brasil, aconteceu no mês de março desse ano, Poesia Revista 2017.

Porém também cansa viver numa Cidade Maravilhosa, caminhando preocupada com a Tijuca, e o Rio de Janeiro.

Não desejo que sejamos reféns de bandidos que voltam as comunidades que aqui nos cercam. Estou preocupada com a fome e a pobreza, já se acumulam em nossos quarteirões e por onde caminhamos.

A vida segue...

A poetisa Diana hiberna como forma de nem querer sem além do olhar a paisagem, uma foto, e imagem, que deverá se perder no tempo...

Passado ou no presente contínuo, a aflição da vida, lutando pela democracia, liberdade e a verdade.

Contra a corrução nacional desses políticos e seus aliados, como todos bons brasileiros. Assim espero.

Desejamos a todos, um ótimo fim de semana, esperança sempre! 


Poeta  Diana Balis. Editora da Poesia Revista 2017.

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (206)

Academia Brasileira de Letras apresenta, Rio de Janeiro
08Out2016 10:16:20
Publicado por: Diana Balis

unnamed_2.jpgA Academia Brasileira de Letras dá prosseguimento ao seu ciclo de conferências do mês de outubro, intitulado “Planejamento e Políticas Públicas”, sob coordenação da Acadêmica e escritora Ana Maria Machado, Primeira-Secretária da ABL. A palestra, com o Economista Chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper, será Desafios para o desenvolvimento inclusivo. O evento está programado para terça-feira, dia 11, às 17h30min, no Teatro R. Magalhães Jr., Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro. Entrada franca.

Texto informativo do site

http://www.academia.org.br/noticias/economista-ricardo-paes-de-barros-fala-na-abl-sobre-o-tema-desafios-para-o-desenvolvimento



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (329)

REVISTA POESIA LEGAL 2016
01Mar2016 14:51:39
Publicado por: Diana Balis

TEMA ADOLESCENCIA E JUVENTUDE

CONVITO OS POETAS INGRESSEM EM

 NOSSA REVISTA REALIZADA EM COPARCERIA E ANUAL.

Romance.jpg

 

Apaixonados.jpg

 

VENHAM CONOSCO FAZER PARTE

 DESSA REVISTA DIFERENTE E CULTURAL.

2016 PUBLIQUE SUA POESIA COM FOTOS E CORES.

COORDENACAO GISELE LEMOS

EDITOR NERI PAULA. 

LINK

 https://docs.google.com/forms/d/1MvFZttNgaEttOeYC0veoMoRMHVDqj9IIK66PX38z3Tk/viewform



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (182)

Rádio Barra
06Out2015 12:08:11
Publicado por: Diana Balis

12042982_1710453289183485_8193348111792763108_n.jpgAmigos nova Rádio Barra, aplicativo para celular, músicas, reportagens, matérias, acessem. Tome uma atitude, é o programa onde eu espondendo perguntas dos ouvintes.  Acessem:

www.radiobarra.com/

 

 

 

 

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (303)

Quem projeta em mim
24Set2015 19:32:57
Publicado por: Diana Balis

Quem projeta em mim algo grandioso, erra feio, gosto das coisas simples, gosto de andar à cavalo, caminhar na floresta, observar quando os pássaros piam alto, olhar o por do sol na praia. Sou de participar de antologias poéticas, aprendi com o incentivo de amigos de Portugal e escrita diária. Meus talentos? Sim, tenho. Componho intuitivamente, canto todos os dias, o que me permite ter uma voz soprano com técnica vocal, fiz teatro na vida inteira, então sou uma boa intérprete, já pintei quadros, fiz os desenhos de meu primeiro livro poético e único Signo do amor. Eu todo dia agradeço a Deus. Formação e família presentes. Mesmo eu sendo a incoerente artista, no meio de analistas. Psicóloga, poeta, sempre lutei pelo respeito humano. Minhas dúvidas são relativas ao caminhar da humanidade. Igualdade, fraternidade, liberdade, um sonho. Vivo sonhando e realizo muitos projetos coletivos em parcerias. Ganho o suficiente para viver e realizar sonhos. Nunca faço além das possibilidades, e acredito que fazer poucos livros com qualidade é arte. Faço livros de feltros para bebês. Gasto poucas árvores da natureza para produzir textos, poesias, tudo online. Sim, gasto energia. Energia tenho demais. Agradeço a Deus. Agradeço por ter poucos amigos, por ter família, por ser quem sou.
Hoje acordei com as corujas, e faço uma reflexão de vida. Onde vou? Sim sei. Como todos. Vou viver mais um pouco com esperanças. Criando um mundo melhor onde os sonhos pequenos aconteçam.
Boa tarde.
Gisele Sant Ana Lemos



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (363)


1 a 7 de 100 Primeiro | Anterior | Seguinte | Último |