Menu

Deep Freeze Congelados

Interactivo

Dó-Ré-Mi













Projeto: Muros Poéticos em Belo Horizonte, Minas Gerais.
26Nov2018 16:14:23
Publicado por: (......)

Poeta confrade Antônio Galvão

45091037_10210512247521118_2812022093506412544_n.jpg

Curadoria Poesia & Afeto 

31 999569161

Fanpage: Poesia & Afeto 

Facebook: Antônio Galvão 


Leia novo livro: POESIA & CIDADE

Fundador da CONFRARIA DE POETAS BELO HORIZONTE 


dddddddddddddd

Q@Poesia: Muro dos Poetas

   

 

 

 

Procuro um muro branco 

Pacífico, humanizado  

Que dialoga com 

O coração 


E' para palavrear  

Verbalizar 

A cidade 


E bordar de versos 

As ruelas, calçadas 

E as vias urbanas 


Não precisa ser 

O Muro de Berlim

Que separa famílias 

Nem tão sagrado 

Como o Muro das Lamentações 


Nem tão desconfortável 

Como o alambrado do

Campinho da peladinha dos

Ex-craques de meia idade

 


Quero um muro 

Caprichado, vistoso

Engraçado, cumprido e de 

Ar respeitoso


Chamaremos de 

Muro dos Poetas

Muralhas das Poesias

Paredão dos Versos 


Todo dia escreveremos 

Uma cristalina palavra

Ou uma lágrima de verbo


Todo mês 

Subiremos no murro 

Para o sarau dos 

Hóspedes da utopia 

 

Os românticos

Trágicos, revolucionários,

Dramáticos e os revoltosos 


Apenas pra declamar  

O amor, a flor, a rebeldia

E os sonhos dos devotados,

Os beijos dos amantes e 

Os desiludidos dos homens 

E mulheres


Chama seus versos 

E escreva no alto 

No muro dos Poetas. 


Poeta: Antônio Galvão 

07/01/2015 - 19:23 - São Matheus

Fanpage: Poesia & Afeto 

 



ddd999ddddd9

 

 


Partilhar:

Artigos Relacionados
Vida Nova
Transcende e vem
Livro VERDES E PERFEITOS AMORES
Vem Nego (Jazz)
MAR
Porque perde tempo?
Amor virtual (poema erótico)


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.