Menu

Deep Freeze Congelados

Interactivo

Dó-Ré-Mi













Contrato de amor.
04Fev2018 09:52:11
Publicado por: Diana Balis

 

Diferen_aDeIdade1.jpg

Amor virou contrato. 

Passagem entre os povos. 

Veja meu passaporte, 

Repleto de viagens de amor virtual. 

Bagatela sem paixão, de escolhas aleatórias. 

Colhendo frutos sem sementes 

Comendo sem vontade real. 

Amor virou troca, e cada vez de menor valia. 

Nem as puras fazem como antes... 

"Nem sou freira nem puta!"  Nem sou juíza nem ladra! 

Sou Mulher. Simplesmente isso! 

Homens andam tão meninos e distantes de Mulheres reais! 

Peguem as novinhas, elas são inexperientes... 

Tem sabor de fio dental. 

Compram todas as suas idiotas ideias. 

Mas vão trair você, na melhor oportunidade. Afinal, burrice tem limite! 

Uma de vinte, não vale a de 45. 

Mas mães, mulheres, é que ganham menos e continuam a educar seus filhos homens sozinhas. 

Deixando os pais irem sem compromisso, fazendo filhos e mais filhos em cada esquina. 

Você, sem ninguém, sem marido, continua na luta pela feminilidade, ganhando menos.

Eduque seu filho homem de forma que este respeite a Mulher que você é! 

Mulher, seja mais firme e eduque para o futuro. 

Diana Balis, Rio de Janeiro, 4 de fevereiro de 2018.

 



Partilhar:

Artigos Relacionados
Vida Nova
Transcende e vem
Livro VERDES E PERFEITOS AMORES
Vem Nego (Jazz)
MAR
Porque perde tempo?
Amor virtual (poema erótico)


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.