Menu

Deep Freeze Congelados

Interactivo

Dó-Ré-Mi










Viver no Rio de Janeiro
19Mai2017 23:06:48
Publicado por: Diana Balis

 17635448_1412778435409825_7228824922165236656_o_1.jpgA vida mudou e a Cidade Maravilhosa está falida, sim, todos sabem.

Onde está a Petro? Onde aconteceram as Olimpíadas? Onde essas empresas citadas na lava jato também estiveram realizando obras? Rio de Janeiro, claro!

Bem-vindos a novidade? Ou a minha nova idade?

(foto com o Advogado e Poeta Marcus Vinicius Bernardo)

Nem tão afoita as escritas, o meu mundo deu tantas voltas, eu que sempre denunciei os políticos corruptos, que devem ir as prisões, e caso nem forem essas suficientes, façam mais cadeias,

Mas consertem também a Justiça, que anda meio cambaleante para alguns lados...


Falar de poesia numa hora dessas? Onde até as bolsas oscilam, as suas, a minha, e a vida que ainda bem, trouxe o couro ecológico, novas opções!

Estou tentando dizer que a Diana Balis anda fazendo Poesias Revistas.  

E foi realmente uma noite especial de lançamento em Ipanema, com escritores de 3 países e 12 Estados do Brasil, aconteceu no mês de março desse ano, Poesia Revista 2017.

Porém também cansa viver numa Cidade Maravilhosa, caminhando preocupada com a Tijuca, e o Rio de Janeiro.

Não desejo que sejamos reféns de bandidos que voltam as comunidades que aqui nos cercam. Estou preocupada com a fome e a pobreza, já se acumulam em nossos quarteirões e por onde caminhamos.

A vida segue...

A poetisa Diana hiberna como forma de nem querer sem além do olhar a paisagem, uma foto, e imagem, que deverá se perder no tempo...

Passado ou no presente contínuo, a aflição da vida, lutando pela democracia, liberdade e a verdade.

Contra a corrução nacional desses políticos e seus aliados, como todos bons brasileiros. Assim espero.

Desejamos a todos, um ótimo fim de semana, esperança sempre! 


Poeta  Diana Balis. Editora da Poesia Revista 2017.

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (81)

Poesia Revista 2017, Convite
12Mar2017 02:51:38
Publicado por: Diana Balis

Dia 28 de março de 2017, às 20 horas, estaremos no Bar Manoel & Juaquim de Ipanema, Rio de Janeiro, na comemoração e lançamento da Poesia Revista 2017.
Projeto de Gisele Lemos, Blogtok Editora, José Loureço, Barcelos, Portugal.

Somos 62 autores, Escritores de 12 Estados do Brasil e quatro países participantes.

Todos coautores da produção de distribuição gratuita em escolas e Saraus Poéticos da Cidade Maravilhosa e de seus Coparceiros.
Agradecemos a confiança e credibilidade em nossa produção anual que nesse ano escrevemos sobre o Meio Ambiente.


Agradecemos sua divulgação e comparecimento.

 

Gisele Lemos



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (122)

Subindo a Ladeira
27Fev2017 14:46:23
Publicado por: Diana Balis

RIO_CON_AMENA.jpgSomos todos carregados de orgulho,
Subindo ladeiras, latas dágua na cabeça.
Recentes desempregados, por salários atrasados, e avultados por malandros de gravatas, as bravatas, dos últimos gritos de guerra, da integração nacional, brancos, índios, negros e pardos. Tolos maltratados, registramos os nossos valores, entre palavras, emoções e atitudes, somos POETAS!
Cuidem do corpo, da ética e das carícias.
Amor que revigora a Terra, Bendita, vendida por inescrupulosos e obcecados pela ganância.
Resistir, persistir e acreditar, o pagamento é único, fauna, flora e seres animais, todos somos mortais, mas sonhamos.
Viva o Rio de Janeiro e seus 452 anos de existência.
Viver é acreditar nas ações entre as palavras que emocionam eu acredito no amor.
Gisele Sant Ana Lemos



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (117)

Autoestima em voga
25Fev2017 12:50:00
Publicado por:

 

giesandra.jpg

Auto estima em voga nesse ano de 2017.

Como dizia Dorival Caymmi

Gostar de si mesmo, sem egoísmo. Apreciar as pessoas em volta. Cuidar da saúde mental e física. Gostar dos seus horários. Não ficar melancólico, mas guardar na lembrança as melhores coisas da vida. E não abrir mão de ser feliz. A busca da felicidade já justifica a existência.

Acredito na possibilidade do amor. Todo ser humano necessita de carinho e afeto para sobreviver as dificuldades da existência.

Para melhorar o humor e autoestima, devemos cuidar de nos mesmos, com muito carinho e também nos conhecermos. Faz parte da meta, procurar ajuda para nos entendermos, buscando soluções aos problemas, e resolve-los.  Por vezes, uma simples ida ao cabeleireiro, anima e levanta a autoestima.

Conversei com Sandra Regina, cabeleireira, que trabalha na Tijuca, Rio de Janeiro. Os clientes, homens e mulheres, alem  do trabalho de corte, escova e tinturas, saem do salão sempre satisfeitos e mais sorridentes. Com certeza, com a autoestima elevada.


A vida nesse Carnaval segue leve...

Cuidem bem de seu corpo e autoestima, e bebam muita água para hidratar,comam frutas entre os Blocos e respeitem seus limites.

Desejo a todos um excelente Carnaval.

E as questões políticas! Ficarão para após o recesso prolongado... Afinal, Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô Mas que calor, ô ô ô ô ô ô

Gisele Sant Ana Lemos

Psicóloga Clínica e Familiar



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (139)

Verdade...Faz tempo
19Fev2017 08:17:51
Publicado por: Diana Balis

16832369_10202815594106736_2473771332289564420_n.jpgVerdade, faz tempo. 


Calada e entregue na manhã de domingo,
Virei a página e recobrei do tempo,
a sua ausência.
Passa a gaivota que devora peixes em feiras livres, as Maritacas voam nos pés de amendoeiras em ruas tranquilas da Tijuca.

No azul celeste refletindo...

Vejo as marés.


Volto dá caminhada matinal transpirando energia,e tranquila, em cada despertar, consta todos os seus segredos.
Vou contar comigo, contigo, e mais uma vez Seremos dois apaixonados em manhãs de domingos,

Acaloradas pelo frescor do amor.


Diana Balis

 

 

 

 

 

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (164)

Tento não ser só
28Jan2017 14:21:14
Publicado por: Diana Balis

Tento não ser só 
Percebo todos os gostos em sonhos de transparência temperada 
Desejo é amor ferino, que invade a tênue sensação de segurança e garante ao pobre mortal todas as incertezas. 
Nunca vivi tanto desconforto. 
Remei, colhi, plantei, revolvi, debulhei, mergulhei, e pedi. 
No fundo, todos os sentimentos estavam disponíveis. 
Mas o amor desprezou meu sono. 
Deixa então eu dormir em paz!

Diana Balis

 

 

 

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (172)

Poesia e prosa entrelinhas
03Jan2017 15:21:13
Publicado por: Diana Balis

gisele.jpgPoesia, Prosa & Entrelinhas

Gisele Lemos

Hoje vou homenagear, o sonetista, Manoel Virgílio.

Manoel Virgílio Pimentel Côrtes, Sonetista, fez do soneto sua forma de expressão. Tem três livros publicados, todos de sonetos: “Mulher Estelar”, “Tratos de Amor e Outro Tratos” e “A Terra Em Agonia”, além da participação em várias antologias. Membro titular da “Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores” e Membro Fundador da Academia Virtual dos Poetas da Língua Portuguesa onde ocupa a cadeira cujo patrono é Vicente de Carvalho.

 

Eumanoel.jpg

Manoel Virgílio

 

Somente sou de um todo sua parte

e nada, neste mundo, nunca mudo.

Sozinho sou, apenas, um encarte,

um sócio sem gerência nesse tudo.

.

Eu guardo, p'ra mim mesmo, meu sentir,

procuro ser diverso em meu querer.[

Se tenho esse direito de ir e vir,

contudo me é negado o poder ser.

.

Eu sou somente um pingo na enxurrada,

das águas se movendo em turbilhão

que seguem, de roldão, num arrastão.

 

Eu sou quem tudo quer, mas não tem nada,

no ciclo da existência programada, apenas mais um ser na multidão.

Desigualdade

Manoel Virgílio

 

Somente elites na sociedade

mantém as regalias; é verdade!

Jamais houve na nossa humanidade

o que muitos pregaram…a igualdade!

 

Enquanto u'a minoria muito come

a grande maioria passa fome.

No luxo vai vivendo a minoria,

co'o lixo convivendo a maioria.

 

Se cresce a miséria entre o povo,

elites váo comprando algo novo

e o mundo nunca muda este rumo!

 

E quanto mais a técnica avança,

aumenta p'ras elites a abastança

e cresce a sociedade de consumo.

 

Ceia de Natalano_2017.jpg

Gisele Lemos

 

Teremos as pernas para que te quero, além de peru no Natal!

Rompantes deslizantes, em vez de sandálias havaianas, na praia de Copa.

Fogos, só sairão dos Hotéis da Barra da Tijuca, ou na orla à fora, de famílias inquietas.

Seremos pós virada, o sereno da madrugada, e os velhos amigos de sempre…

O colorido das roupas, poderão vir dos representantes dos Brasis em brasa, que acendem suas chamas na esperança, entre PEC, ou cai a PEC.

Mas todos de clavas nas mãos, vai que teremos arrastão!

E já seremos o carnaval, onde beberemos ao esquecimento e as mais soturnas votações de corruptos eleitos, ou nem tão eleitos assim…

Vai que cola, faz uma prece a Iemanjá, ou pede a Deus Pais todo poderoso a protecão ou a Oxalá, na pressa, ou prece, medite. 

E solicite a todos os santos, que a vida é curta, nem precisa ser tão dura ou louca.  

Mas pague suas contas ao menos, no 1o de Abril e seremos felizes um dia, com certeza.

Boas Festas!



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (191)


1 a 7 de 2281 Primeiro | Anterior | Seguinte | Último |